19 janeiro 2018

17 janeiro 2018

15 janeiro 2018

Ponte Nova

Um prefeito do interior quer construir uma ponte e chama três engenheiros: um alemão, um americano, e um brasileiro, o Zuleido, da Construtora Gautama.
- Faço por US$ 3 milhões, disse o alemão, - Um pela mão-de-obra, um pelo material, e um para meu lucro.
- Faço por US$ 6 milhões, propôs o americano, - Dois pela mão-de-obra, dois pelo material e dois para mim. Mas o serviço é de primeira.
- Faço por US$ 9 milhões, disse o Zuleido, da Construtora Gautama.
- Nove? - espantou-se o prefeito - É demais! Por que tanto?
- Três para mim, três para você, e três para o alemão fazer a obra!
- Feito! - disse o prefeito.
#

12 janeiro 2018

Top-10 Quina

0º) Dez Maiores Prêmios da Quina00)
) Concurso 4114 - Junho/2016
Ganhadores: R$ 17.888.278,89
- São Paulo-SP (2)
- Rio de Janeiro-RJ
- Rondonópolis-MT
- Americana-SP
- Colina-SP
- Limeira-SP
- São José dos Campos-SP
) Concurso 4367 - Abril/2017
Ganhador: R$ 17.253.509,39
- Brasília-DF
) Concurso 3960 - Dezembro/2015
Ganhador: R$ 15.678.501,07
- Macapá-AP
) Concurso 3517 - Junho/2014
Ganhadores: R$ 14.956.974,60
- São Paulo-SP (3)
- Ribeirão Preto-SP
- Queimados-RJ
- Ribas do Rio Pardo-MS
- Contagem-MG
) Concurso 4141 - Julho/2016
Ganhador: R$ 14.888.610,38
- Casa Nova-BA
) Concurso 4432 - Julho/2017
Ganhador: R$ 14.575.166,87
- Avaré-SP
) Concurso 3711 - Fevereiro/2015
Ganhador: R$ 14.446.927,13
- Salvador-BA
) Concurso 3814 - Junho/2015
Ganhadores: R$ 14.406.883,11
- São Paulo-SP (2)
- Santos-SP
- Tapiratiba-SP
- Belo Horizonte-MG
- Uberaba-MG
- Brasília-DF
- Curitiba-PR
- Picuí-PB
) Concurso 2627 - Junho/2011
Ganhadores: R$ 13.466.817,74
- São Paulo-SP
- Birigui-SP
- Manaus-AM
- Belo Horizonte-MG
- Londrina-PR
10º) Concurso 4578 - Janeiro/2018
Ganhador: R$ 13.073.426,24
- São Paulo-SP
#

10 janeiro 2018

Transferências

Maiores Transferências do Futebol Mundial: (em euros)
Neymar Jr, do Barcelona ao PSG por 222 milhões
Philippe Coutinho, do Liverpool ao Barcelona por 160 milhões
Ousmane Dembélé, do Borussia Dortmund ao Barcelona por 145 milhões
Paul Pogba, da Juventus ao Manchester United por 105 milhões
Gareth Bale, do Tottenham ao Real Madrid por 100 milhões
Cristiano Ronaldo, do Manchester United ao Real Madrid por 94 milhões
Gonzalo Higuaín, do Napoli à Juventus por 90 milhões
Neymar Jr, do Santos ao Barcelona por 88,2 milhões

07 janeiro 2018

Surpreendido

O pai entra no quarto do filho e vê um bilhete em cima da cama. Ele vai até lá, já temendo o pior, e começa ler o seguinte:
Querido Papi,
É com grande pesar que informo que eu estou fugindo com meu novo namorado, Juan. Estou apaixonado por ele. Ele é muito gato, com todos aqueles "piercings", tatuagens e aquela super moto que tem; mas não é só por isso papi, descobri que não gosto de jeito nenhum de mulheres e como sei que o senhor não vai concordar com isso, vamos fugir e ser muito felizes num "trailer". É que ele quer adotar filhos comigo, e isso foi tudo o quê eu sempre quis para mim. Papi, Juan acha que eu e nossos filhos adotivos e os seus colegas "gays" vamos viver em perfeita harmonia. Não se preocupe papi, eu já sei me cuidar. Apesar dos meus 15 anos, já tive várias experiências com outros rapazes e tenho certeza que Juan, pela sua experiência, pois ele tem 58 anos, é o homem da minha vida. Um dia eu volto, para que o senhor e a mamãe conheçam os nossos filhos. Um grande abraço e até algum dia.
De seu filho com amor.
O pai desesperado e quase desmaiando, continua lendo...
PS: Pai, não se assuste. É tudo mentira, eu estou na casa da Mariana, nossa vizinha. Só queria mostrar pro senhor que existem coisas muito piores que as notas vermelhas do meu boletim que está na primeira gaveta.
Abraços.
Seu filhão, burro, mas macho.
#

05 janeiro 2018

Teste de Emprego

Edu não tinha orelhas. Dono de uma empresa, precisava contratar um novo gerente. O primeiro candidato ao emprego era ótimo e no final da entrevista, Edu lhe perguntou:
- Você percebeu alguma coisa diferente em mim?
- Sim, o senhor não tem orelhas.
Edu não gostou da franqueza e mandou-o embora. O segundo entrevistado era uma mulher, bem melhor que o primeiro. Ao final, Edu fez a pergunta fatal:
- Você percebeu alguma coisa diferente em mim?
- Bem, você não tem orelhas.
Novamente Edu se zangou. O terceiro e último também era muito bom. Jovem, inteligente, parecendo ser melhor homem de negócios que os dois primeiros. Edu então foi logo fazendo a pergunta:
- Você percebeu alguma coisa diferente em mim?
- Sim, você usa lentes de contato.
- Que observador incrível você é! Como foi possível saber disso?
E o cara gargalhando histericamente:
- Porque é impossível usar óculos sem a porra das orelhas!
#

03 janeiro 2018

01 janeiro 2018

Ano Novo

Este ano teve de novo. Faz muito tempo que é assim.
Dia 31, às onze e dez da noite, eles começam a pelada.
No escuro.
Só com a luz da lua e os faróis da caminhonete, num terrão ermo, longe do vilarejo, alcançado por um atalho bêbado que sai da estradinha de terra e termina ali, ao lado do bambuzal e do brejo, atrás do monturo, dentro do seu cheiro.
Põem umas camisas no chão demarcando os gols, aplainam com os pés um pouco dos montes, separam os times e jogam sem que ninguém fale nada.
Esse é o trato.
Todos mudos.
Não se pode gritar, reclamar, comentar, pronunciar nem balbuciar absolutamente nada. Desde que sobem na carroceria para vir jogar é proibido abrir a boca.
Na estradinha, olham-se calados, às vezes pousam as pupilas nas estrelas ou cerram as pálpebras e aspiram as nuvens, o motor crocita no breu quente, o diesel roça os cabelos, cercas, árvores despenteadas, campos cheios de fantasmas, cercas, até que tudo vá sumindo, o freio relinche e a bola seja atirada pelo motorista para o meio do campo.
E jogam.
Ninguém dá um pio. Só o barulho dos passos, dos encontrões, dos chutes, do chocalho das derrapadas, das respirações, das cusparadas no chão. A depender do momento, quando param à espera de alguém buscar a bola, até o suor derretendo nas faces e garoando na terra se ouve.
Às cinco para a meia-noite param para o intervalo.
Aproximam-se do meio de campo, dão-se as mãos e aguardam a meia-noite.
A bola fica no centro da roda. Como uma vela que consome o tempo.
O pavio do silêncio arde, crepita.
Então, no horizonte, na divisa do céu, rojões sussurram, faíscas chuviscam e eles, juntos, pegam a bola e a erguem como um andor.
Ali se mantêm: olhos fechados, bocas fechadas, cinco minutos de nada, de ausência, de morte.
Meia-noite e dez relançam a bola ao chão e recomeçam.
Tudo igual. A mesma sonoplastia, a mesma mímica, o mesmo absoluto escuro e sem voz.
Cinco para a uma, fim de jogo.
Caminhonete, atalho, cercas, estrada, cercas, vilarejo, cada um na sua casa, cada um na sua vida, cada um no seu jogo, no seu barulho, na sua claridade.
O motorista segue sozinho, pára perto do rio, desce, joga a bola como uma oferenda e volta para sua casa.
É Ano-Novo.
(Texto de Luiz Guilherme Piva)

Bocó Globalizado

23 dezembro 2017

20 dezembro 2017

Novo Triunfo

Ficou na Bahia, mais especificamente no Nordeste do estado, o título de cidade mais pobre do Brasil. A ‘conquista’ é de um município que, ironicamente, se chama Novo Triunfo. De acordo com a pesquisa Produto Interno Bruto dos Municípios 2015, divulgada nesta quinta-feira (14/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cidade do semiárido baiano, de 15 mil moradores, gerou apenas R$ 3.369,79 de riqueza por habitante. Para efeito de comparação, o PIB per capita brasileiro (ou seja, a média nacional) naquele ano foi de R$ 29,3 mil. O primeiro colocado é o município de Presidente Kennedy, no Espírito Santo, que registrou, em 2015, R$ 513,1 mil de riqueza por morador. Em segundo lugar, aparece Paulínia, em São Paulo, com R$ 276,9 mil.